Breaking News

Prefeitura de Nilópolis lança campanha no combate à intolerância religiosa

22 de Janeiro de 2016   Cidadania e Direitos Humanos, Destaque

A Prefeitura Municipal de Nilópolis, por meio da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos, pela Superintendência da Promoção da Igualdade Religiosa, comemorou o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, nesta quinta-feira, 21 de janeiro, no calçadão da Avenida Mirandela, com o lançamento da campanha: “Nilópolis com Liberdade Religiosa e Direitos Humanos em Reflexão”. A Superintendência pretende implementar programas, serviços e ações afirmativas no combate ao racismo e na preservação da memória, da cultura e da identidade étnica da comunidade negra no município.

Segundo a Superintendente, a mobilização é importante para atentar as pessoas sobre a necessidade de respeitar a diversidade religiosa e, desta forma, reduzir os crimes de ódio no país. “Sofrer a intolerância religiosa é um ato que fere a fé de cada um. Precisamos de uma sociedade mais justa e mais igual. Precisamos viver em total harmonia”, destacou a Superintendente da Promoção da Igualde Racial, Ignez Teixeira.

Durante a campanha no calçadão foram distribuídos panfletos conscientizando a população na eliminação da discriminação. Também foram coletados dados em prol do projeto: Igualdade Racial nas Ruas. Esse projeto funciona em parceria com a OAB/ Nilópolis e a Defensoria Pública do Rio de Janeiro. A partir desta parceria foi criada a Rede de Combate ao Racismo e a Intolerância Religiosa.

“É um questionário com pequenas perguntas. Há um ano a gente vem fazendo um levantamento sobre os diversos preconceitos que as pessoas sofrem ou sofreram em Nilópolis e em maio nós lançaremos uma cartilha sobre esses dados.”, disse a Superintendente.

Vale ressaltar que a data do Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa foi instituída em 2007 após a morte da sacerdotisa do candomblé Gildásia dos Santos, conhecida como Mãe Gilda, que teve a casa e o terreiro invadidos por grupos de outra religião.

É importante lembrar que as vítimas de preconceitos como o racismo e a intolerância religiosa podem ligar no Disque 100, fazer sua denúncia e ter o sigilo garantido. O serviço telefônico é gratuito e funciona 24h por dia, durante os sete dias da semana.

A Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos fica localizada na Rua Frei Ludolf, 35 – Centro – Nilópolis (Próximo à Rodoviária) – Telefone: 2692-4985.

Extraído do site da Prefeitura Municipal de Nilópolis / RJ
http://www.nilopolis.rj.gov.br/prefeitura-de-nilopolis-lanca-campanha-no-combate-a-intolerancia-religiosa/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *