Breaking News

Primeira travesti a assumir presidência de Câmara dos vereadores na PB diz que sofreu muito preconceito

05/01/2015 | 14h21min

 

1420382978734-mae-shirleyA primeira vereadora travesti da história da Paraíba a ocupar o cargo de presidente de Câmara dos Veradores, Mãe Shirley, de Pilar, comentou que enfrentou muitos preconceitos para chegar a esse posto, afirmou que conta com o apoio da maioria dos vereadores e da prefeita da cidade e negou planos de se candidatar a prefeitura.

Em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM, nesta segunda (5), a vereadora afirmou que teve que enfrentar muito preconceito de “pessoas que não têm a cabeça equilibrada para aceitar esse fato”.

Para Shirley, foi com muito trabalho e luta, defendendo a população da melhor forma que deram essa oportunidade de representar a Câmara e ajudar junto com os outros vereadores.

Questionada sobre se seria candidata a prefeita, a vereadora afirmou que é ‘muito cedo’, e que “existem outros candidatos e agora estamos em questão de equilibrar esse dois anos para a prefeita fazer um bom trabalho com a Câmara equilibrada e agradecer a oportunidade que me deu agora”.

A vereadora ainda afirmou que tiveram pessoas foram preconceituosas não só pela questão da sexualidade, mas também porque a vereadora é do Candomblé. “O povo vê o candomblé como negativo, não é, negativas são as pessoas que não sabem conviver dentro do candomblé, mas é uma religião como outra qualquer”, diz.

Quanto a ela ser travesti, a vereadora afirmou que “em todo canto tem pessoas boas e ruins. Tive muitos problemas com preconceito, muitas dificuldades, mas não levo isso em conta porque são pessoas muito pobres espiritualmente. O que vale não é minha opção (sic) sexual, ou minha religião, mas meu caráter. Não tive problemas com pessoas boas”, conta.
Marília Domingues

 

 

Extraído do site Paraíba.com.br
http://www.paraiba.com.br/2015/01/05/12911-primeira-travesti-a-assumir-presidencia-de-camara-dos-vereadores-na-pb-diz-que-sofreu-muito-preconceito

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *