Breaking News

Professor Jayro de Jesus ministra curso no Ilé Asè Egi Omin

Por Sérgio D´Giyan

O Professor Jayro Pereira de Jesus,  (Ògìyán Kalafò Olorode) - Teólogo de formação e Teólogo Afrocentrado, da Tradição de Matriz Africana, Afro-Umbandista e Indígena ministrará o curso “Afrobioteoética: A Sacralidade Existencial do Ser-Força Humana na Visão de Mundo Afrocentrada”, no Centro Cultural de tradições afro-brasileiras Yle Asè Egi Omim, na Ilha de Guaratiba, a partir do dia 07 (amanhã). Veja os horários do curso no banner abaixo e as informações adicionais a seguir.
curso jayro
CONTEÚDO:
Objetivos
Realizar o curso “Afrobioteoética: A Sacralidade Existencial do Ser-Força Humana na Visão de Mundo Afrocentrada”, no Centro Cultural de tradições afro-brasileiras Yle Asè Egi Omim.
O curso se propõe a explicitar as bases teóricas e conceituais no âmbito da cosmovisão africana, as noções de ética e moral nessa visão mundo, valores civilizatórios e seus conteúdos introdutórios nos âmbitos da filosofia e teologia afrocentrada, visualizar a noção de Ser-Força (Àse, Nguzo, Mooyo) Humana Negro-Africana, sua Sacralidade Existencial, a Ética da Vida e seus pressupostos ontológicos e epistemológicos, etc.
Dados do curso:
Público alvo: Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana, Gestores da Saúde da População Negra, estudantes e demais interessados no assunto, educadores e educadoras das relações étnico-raciais.
Carga horária: 60 – 44 h/a presencial e 16h para elaboração de trabalho de conclusão sob
orientação à distância.
Turno (s) de oferta: Tarde das 14 às 17h; noite das 19h00 às 22h00
Ministrante: Prof. Jayro Pereira de Jesus (Ògìyán Kalafò Olorode) - Teólogo de formação e Teólogo Afrocentrado, da Tradição de Matriz Africana, Afro-Umbandista e Indígena.
No de vagas do curso: mínimo: 30 - máximo: 60
Técnicas: Aulas expositivo-dialogadas, combinadas com dinâmicas de grupos Projeção de vídeo
Estudos dirigidos
Elaboração de sínteses dos encontros teóricos-conceituais
Conteúdo do Curso:
  • Colonialismo e Colonialidade
  • Bioética ocidental e suas implicações
  • Agência subalterna e pós-colonial
  • Eurocentrismo e racismo nos Clássicos da filosofia e das Ciências Sociais
  • África como nascedouro do Ser Humano
  • Desenvolvimento Tecnológico Africano e Afrodiaspórico
  • Valores Civilizatórios Negros Africanos
  • Filosofia e Teologia Afrocentradas
  • A Política Nacional de Saúde Integral da População Negra suas lacunas de cunho civilizatório e propostas de preenchimento.
  • Os berços meridional e setentrional e suas características civilizatórias Afroteobioética/Afrobioteoética – justificativa da bricolagem
  • Pressupostos ontológicos, epistemológicos e ética da Afrobioteoética/Afroteobioética: A Ética da Vida na Cosmovisão Africana e/ou Afrocentrada
  • UBUNTU - Egoubuncentrismo Trabalho final de conclusão do curso

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *