Breaking News

Programação Casa do Benin

A programação de outubro da Casa do Benin traz exposição, palestra, aulas de capoeira, dança afro, ensaio dos Insênicos e vai à escola e ao hospital, também.

por

Da Redação | Publicada em 04/10/2016 13:16:38

Foto: Fundação Gregório de Matos Exposição permanente Pierre Verger na Casa do Benin
Foto: Fundação Gregório de Matos
Exposição permanente Pierre Verger na Casa do Benin

Casa abre de segunda a sexta* para visitação – agendada ou espontânea – das 09 às 17h. No espaço tem a exposição permanente com objetos e obras de arte da região do Golfo do Benin, de onde desembarcaram a maioria dos negros que povoaram o Recôncavo.

Este acervo pertence, em sua maioria, à coleção do antropólogo e fotógrafo francês Pierre Verger.

No mês das crianças, o projeto de arte educação A Casa Vai à Escola 2016, que leva atividades arte-educativas, há três anos, para crianças nas escolas municipais, através de uma abordagem pedagógica e museológica sobre o acervo da Casa do Benin, expande fronteiras e leva a Casa ao hospital, com a edição extra e especial: A Casa Vai à Escola e ao Hospital Também visitando a Unidade de Oncopediatria do Hospital Aristidez Maltez, localizada no bairro de Brotas, quarta-feira (05/10)das 09 ás 11h, em parceria com a Escola Municipal Hospitalar e Domiciliar Irmã Dulce, projeto que pertence ao quadro da Secretaria Municipal de Educação de Salvador. O convidado para ministrar aOficina Cultural é o Grupo Estórias com Magia.

Sexta-feira (07), no Espaço Jeje-Nagô, acontece o Congresso Cultural Lua Branca, 18h30 às 21h com palestra sobre capoeira-fomentação e difusão da cultura popular.

Todas as segundas e quartas são oferecidas aulas de Dança Afro para a amadores e interessados no campo das tradições africanas, dança e terapiacomo parte do projeto desenvolvido pelo professor Amilton Lino, das 10 às 12h.

Às terças e quintas, das 13 às 17h, o dançarino Slleyk da Bahia traz o Made in Bahia, projeto que promove um intercâmbio cultural entre Bahia e o mundo através de aulas de dança afro, teatro e música, aberto ao público.

Nas noites de terça e quinta, das 19 às 21h, o Grupo Gangara dá Aulas De Capoeira, sob a coordenação de Franciane Simplício.

Todas as quintas, das 9h ás 12h a Casa abre as portas para os ensaios do Grupo de Teatro Os Insênicos, formado por atores portadores de transtornos mentais, sob a coordenação de Renata Berenstein.

Na quinta-feira (20), das 14 às 16:30hA Casa Vai à Escola chega em São Caetano com o Grupo de Capoeira Esquivando, levando a oficina cultural coordenada pela arte educadora da Casa do Benin, Régia Ribeiro, para a Escola Municipal Cônsul Schindler. 

Já na quarta-feira (26), das 14 às 16:30h, quem recebe a visita da Casa do Benin através do projeto A Casa Vai à Escola com o Grupo de Capoeira Esquivando é a Escola Municipal Antonio Pithon – Fazenda Coutos.

A exposição Temas Baianos pelos olhos e mãos de Erna Martinez traz uma mostra de esculturas que expressam o universo místico da Bahia pela simbologia poética dessa argentina apaixonada pela Bahia, seus cantos e encantos. De 01 a 31 de outubro (seg-sex*), na Sala Lina Bo Bardi, das 09h às 17h.

SERVIÇO

  • A Casa Vai à Escola e ao Hospital Também

Quando: Quarta-feira – 05/10 – das 09 às 11h

O que: A Casa Vai à Escola e ao Hospital Também – edição especial da ação A Casa Vai à Escola, promovida pela Casa do Benin em parceria com a Escola Municipal Hospitalar e Domiciliar Irmã Dulce – projeto da Smed (Secretaria Municipal de Educação)

Onde: Unidade de Oncopediatria do Hospital Aristidez Maltez – Brotas

 

A Casa Vai à Escola

Quando: Quinta-feira – 20/10 – das 14 às 16:30h

O queA Casa Vai à Escola com o Grupo de Capoeira Esquivando, leva oficina cultural sobre o acervo da Casa do Benin para escolas da rede municipal.

Onde: Escola Municipal Cônsul Schindler- São Caetano

 

A Casa Vai à Escola

Quando: Quarta-feira – 26/10 – das 14 às 16:30h

O queA Casa Vai à Escola com o Grupo de Capoeira Esquivando, leva oficina cultural sobre o acervo da Casa do Benin para escolas da rede municipal.

Onde: Escola Municipal Antonio Pithon – Fazenda Coutos

– Informações sobre A Casa Vai à Escola: Régia Ribeiro – arte educadora da Casa do Benin e coordenadora da ação – 71 9 8839-8134

 

Congresso Cultural Lua Branca                                 

Quando: Sexta-feira (07), das 18h30 às 21h

O que: Palestra sobre capoeira-fomentação e difusão da cultura popular.

Onde: Espaço Jeje-Nagô

Contato: Tanivaldo – 71 9 9304-4205 | 9 8840-8274

 

Exposição permanente Pierre Verger                                   

Quando: Segunda a Sexta-feira, das 09 às 17h

O que: Exposição permanente com coleção de objetos e obras de arte da região do Golfo do Benin do antropólogo e fotógrafo francês Pierre Verger

 

Aula de Dança Afro – professor Amilton Lino                                

Quando: Segundas e quartas, das 10 às 12h

O que: Aula de Dança Afro com professor Amilton Lino

Onde: Espaço Jeje-Nagô

 

Made in Bahia – aulas de dança afro, teatro e música                             

Quando: Terças e quintas, das 13 às 17h

O que: Projeto do dançarino Slleyk da Bahia que promove um intercâmbio cultural entre a Bahia e o mundo através de aulas de dança afro, teatro e música. Aberto ao público.

Onde: Espaço Jeje-Nagô

 

Aulas de Capoeira                                   

Quando: Terças e quintas, das 19 às 21h

O que: Aulas de Capoeira com Grupo Gangara

Onde: Espaço Jeje-Nagô

  • Ensaio dos “Insênicos”                        

Quando: Todas as quintas, das 9h ás 12h

O que: Ensaios do Grupo de Teatro Os Insênicos, formado por atores portadores de transtornos mentais, sob a coordenação de Renata Berenstein

Onde: Espaço Jeje-Nagô

 

Exposição Temas Baianos pelos olhos e mãos de Erna Martinez                              

Quando: De 01 a 31 de outubro (seg-sex)* – das 09h às 17h

O que: mostra de esculturas que expressam o universo místico da Bahia

Onde: Sala Lina Bo Bardi

Contato Exposição Temas Baianos: Erna ( artista) : 98729-1141 | Lina Campos (curadora) : 3264-5875 / 9964-6768

 

Toda programação é gratuita.

Dúvidas, informações e agendamento de visitas: 3202-7890

*Exceto feriados

 

 

Extraído do site do Jornal Tribuna da Bahia / Salvador – BA

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Ilé Asé Omin Oiyn, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Hoje, é editor do Jornal Awùre. Diretor Financeiro da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. Colabora com a assessoria de comunicação do PPLE - Partido Popular da Liberdade de Expressão Afro-Brasileira. É sócio diretor na agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *