Breaking News

Teresina: Projeto da Praça dos Orixás é apresentado a pais, mães e filhos de santos

Obra da Praça deve ser iniciada no segundo semestre de 2016

04/11/2015  10:28

No coração da zona Norte, região com maior número de terreiros de Umbanda e Candomblé em Teresina, o Programa Lagoas do Norte vai erguer a Praça dos Orixás, um verdadeiro monumento em homenagem à fé trazida pelos nossos ancestrais africanos. Nesta terça (3) pais, mães e filhos de santo de quinze terreiros dos bairros que compõem o Programa foram apresentados ao projeto, que está sendo desenvolvido pela arquiteta Karine Tito.

Foto: Ascom
Foto: Ascom

A Praça contará com espaço para eventos, banheiro e estacionamento, além de esculturas em homenagem a nove orixás do Candomblé e da Umbanda. “Será um espaço para manifestação religiosa, marcado pelas cores dos orixás que ficarão na terra e na água”, disse a arquiteta.

A ideia é que a praça reflita todo o simbolismo das religiões de matrizes africanas e para isso os líderes religiosos da região estão participando ativamente, desde a concepção do projeto. “Esse é um sonho que a gente está vendo nascer e vai ver erguido. Lembrei o Pai Oscar de Oxalá, que sempre pregou o sincretismo religioso e queria muito ver essa praça”, disse Fátima Zumbi, presidente do Comitê Lagoas do Norte, lembrando Oscar de Oxalá, morto ano passado e líder de um dos terreiros mais conhecidos da capital.

Para o Pai Beto Obaluaê, do bairro Nova Brasília, a ideia só vai engrandecer a cultura e a religião. “Fiquei muito feliz. Essa ideia é maravilhosa, porque nossa cultura e nossa religião vão ganhar o reconhecimento que merecem. Vai ficar tudo muito bonito”, acredita o pai de santo.

Apesar de preocupada com a intolerância religiosa, Ingrid Gomes, filha do Pai Adilton de Iansã, do bairro Itaperu, está entusiasmada com o projeto. “Fazia tempo que Teresina e o Piauí precisavam de um lugar que realmente valorizasse nossas raízes. É preciso que a gente dê um basta nessa intolerância religiosa, por isso ficamos felizes com essa iniciativa”, disse Ingrid, que é conselheira estadual do Conselho Nacional de Política Cultural, representando a cultura afro-brasileira.

De acordo com o diretor do Programa Lagoas do Norte, Erick Amorim, o objetivo é que as obras iniciem no segundo semestre de 2016 e terminem no final do ano. “Todos os pontos do projeto estão sendo discutidos. Eles pediram modificações e a arquiteta já vai providenciar. O importante é que todos se reconheçam na Praça dos Orixás”, ressaltou

 

Fonte: Prefeitura de Teresina

 

Extraído do site Capital Teresina / Teresina – PI
http://www.capitalteresina.com.br/noticias/teresina/projeto-da-praca-dos-orixas-e-apresentado-a-pais-maes-e-filhos-de-santos-34033.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *