Breaking News

Projeto de lei cria polêmica ao proibir sacrifício de animais em Rio Preto

Protetores dos animais querem por um fim na prática durante os rituais.
Segundo pai de santo, ritual é um costume milenar criado pela religião.

Do G1 Rio Preto e Araçatuba | 08/04/2015 15h38 – Atualizado em 08/04/2015 15h38

4093388_x360

Um projeto de lei inusitado que tramita na Câmara dos Vereadores está causando muita polêmica em São José do Rio Preto (SP), principalmente entre seguidores de religiões afro-brasileiras e defensores de animais. Um dos vereadores quer proibir o sacrifício de animais em rituais. O projeto do vereador Carlão dos Santos pede a proibição dos sacrifícios de todo tipo de bicho. “Aqui a gente não fala de religiões e sim de animais. Os animais são dóceis e é preciso ter carinho por eles e não sacrificar os animais”, afirma Carlão.

Para membros do candomblé e de outras religiões que matam animais em cultos, o sacrifício é tido como uma troca com os deuses, eles oferecem o sangue e a vida dos bichos e acreditam receber de volta bençãos. O texto ainda vai passar pela Comissão de Justiça para depois entrar em votação.

Para a mãe de santo Rosângela Pereira Silva, o sacrifício dos animais depende muito do pedido da pessoa, mas que nem sempre a morte do animal é garantida. “A gente faz essa oferenda, às vezes é frango, às vezes galinha ou cabrito, mas depende muito da necessidade do que a pessoa vem buscar. Nem todos os rituais vai matança. De 100% dos casos, 20% ocorre o sacrifício, depende do caso”, afirma Rosângela.

 

Já para o pai de santo Francisco Oliveira os rituais são feitos de acordo com o que a religião diz e que é algo milenar. “Não foi a gente que inventou, isso é praticado a anos atrás, por meio das matrizes do candomblé” diz, Oliveira.
A técnica de enfermagem Elisângela Santos faz parte de um grupo de protetores de animais, em Rio Preto, ela diz ser a favor da iniciativa do vereador. “Em pleno século 21 tratar isso como cultura é maus-tratos, não adianta e podem falar que o animal é sacrificado da maneira correta que seria rápido, não adianta, é maus-tratos”, afirma Rosângela.

O pai de santo entende que proibir os sacrifícios nos cultos vai contra a Constituição, mas afirma que é possível continuar com os rituais, caso o projeto seja aprovado na Câmara. “Não vai mudar em nada, o candomblé não se resume só em matança e sacrifício, existe reza, banho, uma porção de coisas que envolve o candomblé”, diz Oliveira

O vereador incluiu uma emenda no projeto para proibir o sacrifício de animais no Centro de Controle de Zoonoses. No centro, bichos que têm doenças graves ou estão em casos terminais são sacrificados. A prefeitura não comenta os projetos que ainda não foram votados.

 

Projeto prevê a proibição do sacrifício de animais em rituais do candomblé (Foto: Reprodução / TV TEM)
Projeto prevê a proibição do sacrifício de animais em rituais do candomblé (Foto: Reprodução / TV TEM)

Extraído do portal de notícias G1 / São José do Rio Preto e Araçatuba – SP
http://g1.globo.com/sao-paulo/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/noticia/2015/04/projeto-de-lei-cria-polemica-ao-proibir-sacrificio-de-animais-em-rio-preto.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *