Breaking News

Projeto leva oficinas de dança afro-brasileira em Pimenteiras, RO

GERAL  17/05/2016 17h49

 

 

Uma das oficinas promoverá o ensino da dança maculelê, de origem africana com elementos da cultura baiana. (Foto: Washington Kuipers/Serpentário Produções/Divulgação)
Uma das oficinas promoverá o ensino da dança maculelê, de origem africana com elementos da cultura baiana. (Foto: Washington Kuipers/Serpentário Produções/Divulgação)

Os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Paulo Freire, de Pimenteiras do Oeste , no Cone Sul de Rondônia , recebem nesta sexta-feira (20), o projeto ‘Oficina de Dança Afro-Brasileira: Reconstruindo o Quilombo’. Segundo os organizadores, a ação visa contribuir para a valorização da cultura do município, que foi fundado por quilombolas.

Os professores de dança ensinarão os estudantes a dançarem os ritmos da arte-dança-luta maculelê, samba de roda e capoeira, todas de origem africana com elementos da cultura baiana.

A iniciativa é do grupo cultural de Vilhena , Serpentário Produções, em parceria com a Associação Cultural, Educação, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Diversidade Amazônica (ACEMDA) e a Fundação Palmares.

“A gente vem com uma proposta de estimular os alunos a explorarem e fortalecerem sua identidade, autoestima e habilidades corporais a partir da dança afro-brasileira”, afirmou Andreia Machado, integrante do grupo Serpentário Produções.

 

 

Extraído da versão digital do Jornal de Floripa / Florianópolis – SC
http://www.jornalfloripa.com.br/noticia.php?id=10733304

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *