Breaking News

Quais as principais diferenças entre umbanda e candomblé?

Por Oráculo

access_time5 jul 2017, 14h0

 

access_time5 jul 2017, 14h03
(Global_Picsi/iSt

Quais as principais diferenças entre umbanda e candomblé? Obrigado e muito axé.

Pedro Guimarães, Santo André, SP

A umbanda incorpora ritos do candomblé, mas os dois são bem diferentes.

O candomblé vem de onde hoje ficam Nigéria e Benim, a partir de tradições pré-descobrimento do Brasil. Ele tem idioma, danças e rituais próprios; cultua a natureza e os orixás, que são as divindades.

A umbanda é mais recente: surgiu em Niterói (RJ), nos anos 1900. Mesclando elementos espíritas e bantos (uma etnia africana), absorveu influências indígenas, católicas, cabalísticas etc. Nos rituais, mescla-se português com kimbundo e tupi-guarani.

Na umbanda, os orixás também são cultuados, mas além dessas entidades há os guias, que ajudam no contato com espíritos desencarnados. Há vários guias, como pretos velhos, pombagiras, caboclos, marinheiros etc.

 

Fontes: Jaqueline Mattos, do Tempo de Umbanda Cabocla de Iansã; livro Revendo o Candomblé, de Eurico Ramos e Dicionário Houaiss.

 

 

Extraído do site da Revista Super Interessante, da Abril / São Paulo – SP
http://super.abril.com.br/blog/oraculo/quais-as-principais-diferencas-entre-umbanda-e-candomble/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *