Rei de Ifon debate as mazelas da diáspora africana pela Consciência Negra

Monarca Obaulufon Magbagbeolá - Oba Al-Moruf Adekunle Magbagbeolá Olumoyero, de Ifon, cidade do Estado de Oxun, Nigéria.

Monarca Obaulufon Magbagbeolá - Oba Al-Moruf Adekunle Magbagbeolá Olumoyero, de Ifon, cidade do Estado de Oxun, Nigéria.
Monarca Obaulufon Magbagbeolá – Oba Al-Moruf Adekunle Magbagbeolá, da família Olumoyero, de Ifon, cidade do Estado de Oxun, Nigéria.

O Rei Oba Al-Maroof Adekunle Magbagbeola, Olumoyero II, Olufon the Kingdom Of Ifon-Orolu já está no Brasil.  Ele  chegou na cidade de Embu das Artes, em São Paulo, no dia 19 de novembro. Lá, o Rei de Ifon cumpre extensa agenda e no dia 20 de novembro, estará no Rio de Janeiro. As informações são do Comitê Nacional da Vinda do Rei ao Brasil.

REFLEXÃO E DEBATE POLÍTICO

A atual conjuntura, porém, em relação aos povos africanos e de sua diáspora ao redor do mundo, (extermínio da juventude negra, recrudescimento do racismo, epidemias, fome e miséria) nos convida à reflexão e ao debate político. Em meio a este cenário, os movimentos sociais se organizaram para levantar a questão através da presença do Rei de Ifon na Semana da Consciência Negra. Em comemoração ao herói nacional, Zumbi dos Palmares, o Rei de Ifon participará de eventos culturais (dia 20 de novembro) e de encontros políticos com autoridades brasileiras. Em pauta: discussão de mazelas comuns entre os povos africanos e a da diáspora.

RIO E SÃO GONÇALO

O bairro de Bom Retiro, em São Gonçalo receberá o Rei de Ifon depois da solenidade, sexta-feira, dia 21 de novembro, na Igreja Nossa Senhora do Rosário onde se reunirá com autoridades.
Fundada em 1708, esta será a segunda vez, que um Rei visita a igreja. O primeiro foi Dom João VI quando da transferência da família para o Brasil, em 1808. Uma das mais organizações do Brasil, a Irmandade Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, fundada, em 1640, farão as honras da casa. Depois do cerimonial, o Rei e o comitê local enfrentam a seguinte agenda política, acompanhe:

1) Convenção 169  da  OIT – Organização Internacional do Trabalho

2) A demora do Estado na realização da consulta prévia do reconhecimento dos povos de tradicionais de matriz africana.

3) Por quê o Estado Brasileiro só realizou consulta prévia para os Quilombolas e para os Povos Indígenas?

3) Forum Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional dos Povos de Matriz Africana.

COMITÊ LOCAL

Segundo o Comitê Local, o Rei desembarcará no Aeroporto Tom Jobim, às 17 horas do dia 20 de novembro. Descendente direto de Oxalufan, o Rei que é mulçumano, será recepcionado por duas sacerdotisas de Oxalá. As Iyalorixás Deusimar Correa e Maria da Conceição Costta Baptista, a exemplo da Festa do Senhor do Bonfim, em Salvador, farão uma pequena lavagem do saguão do aeroporto e saudarão a comitiva do rei com água de cheiro.
Na sequência, (18 horas) a comitiva do Rei visita o Cemitério dos Pretos Novos, na Gamboa. Depois segue para o Cais do Valongo.

 

PROGRAMAÇÃO DA VISITA

Data Horário Local Evento Principal
20/11/2014 17:00 Aeroporto Internacional do Galeão Recepção
18:00 IPN – Instituto Pretos Novos- Rua Pedro Ernesto, 32, Gamboa – RJ Visita ao Sítio Arqueológico Cemitério dos Pretos Novos e Cerimonial Sagrado
20:00 Cais do Valongo – Avenida Barão de Tefé, Gamboa – RJ Visita de Reconhecimento
21:00 Hotel Repouso
21/11/2014 10:00 Museu do Negro – Irmandade Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos – Praça Monte Castelo, nº 25, Centro – RJ Recepção das Autoridades Governamentais
11:00 Humpame Hevioso Zoonokum Mean – Rua José Serrado, Qd. 137, Lt. 01 e 02, Jardim Bom Retiro, São Gonçalo – RJ Almoço com autoridades religiosas, governamentais e sociedade civil
15:00 Aeroporto Internacional do Galeão Despedida

 

Texto: Mauro Viana – Assessoria de Imprensa – 21 98648-4736

SELO OBA AL-MAROUK NO BRASIL(Sombra Amarela manifesto3 manifesto2 manifesto1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *