Religiosos exaltam cultura africana em MS

Celebração aconteceu na noite dessa quarta-feira (30) (Foto: Diário Corumbaense)

Homenagens e oferendas foram feitas à rainha do mar, na noite de ontem (30)

LAURA HOLSBACK31 de Dezembro de 2015 | 11h47

Celebração aconteceu na noite dessa quarta-feira (30)  (Foto: Diário Corumbaense)
Celebração aconteceu na noite dessa quarta-feira (30)
(Foto: Diário Corumbaense)

Centenas de pessoas celebraram no Porto Geral, às margens do rio Paraguai, em Corumbá, a cultura religiosa africana: louvação à Iemanjá, na noite de ontem (30). Homenagens e oferendas foram feitas à rainha do mar.

De acordo com o site Diário Corumbaense, a celebração reuniu caboclos, pretos velhos e orixás de tendas de Umbanda e Candomblé. Ao som dos atabaques, entoaram cânticos afros.

Também barquinhos de isopor foram lançados ao rio com presentes para agradecer a proteção de Iemanjá e repletos de pedidos para o Ano Novo. “Pedi para Iemanjá abrir os caminhos trazendo um bom desempenho profissional, felicidade e saúde. Com saúde tudo é possível”, disse Enéias Moreira, que trabalha com serviços de cobrança.

Ainda conforme a divulgação, a festividade fascinou quem assistiu pela primeira vez a manifestação. Para Olivia Ortiz, brasileira que mora na Bolívia, foi uma união entre o “místico e o histórico”. A simpatizante definiu a festa como “um banho de cultura africana”. “É uma festa bonita e nos faz acreditar em dias melhores”, completou.

DEFINIÇÃO

Iemanjá, é um orixá africano, cujo nome deriva da expressão Iorubá “Yèyé omo ejá” “Mãe cujos filhos são peixes” comemorada em 31 de dezembro e 02 de fevereiro. Orixá muito respeitada e cultuada é tida como mãe de quase todos os Orixás por isso a ela também pertence a fecundidade. É protetora dos pescadores e jangadeiros.

Iemanjá é força da natureza que tem papel muito importante em nossas vidas, pois é ela que rege nossos lares, nossas casas. É ela que dá o sentido da família às pessoas que vivem debaixo de um mesmo teto. Ela é a geradora do sentimento de amor ao seu ente querido, que vai dar sentido e personalidade ao grupo formado por pai, mãe e filhos tornando-os coesos. (Fonte: Raízes Espirituais).

 

 

Extraído do site do Jornal Correio do Estado / Campo Grande – MS
http://www.correiodoestado.com.br/cidades/corumba/religiosos-exaltam-cultura-africana-em-ms/266950/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *