Breaking News

Renascença Clube batiza o Dida Bar e Restaurante

Por  Redação

 –

15 de novembro de 2017

foto: Berg Silva

E o batizado vem com direito a roda de samba. O Renascença Clube, com 66 anos de história e resistência cultural presta homenagem ao Dida Bar e Restaurante, espaço dedicado a cultura e gastronomia afro-brasileira.

Os formadores do Dida mantém o conceito que nasceu nos anos 80, no subúrbio carioca. Começado com o bar da Tia Maria, mãe de Dida Nascimento. No bar da mãe de Dida, na Pavuna, além do autêntico cardápio, existiam também rodas de capoeira e samba. As rodas eram comandadas por Mestre Sargento, irmão de Dida e sobrinho/discípulo de mestre Celso Carvalho, premiado pelo IPHAN pela dedicação de sua vida à capoeira.

Na década de 90, os sobrinhos de Dida, o músico Andrezão e Cesar Dias (provenientes do Bloco Afro Cultural Òrúnmilá) movimentavam o bar com os ensaios da banda Afro Yalodê, criada na época. A sobrinha de Dida, Kênia Maria, Luíza Dionísio e Eliane formavam o sólido corpo feminino do bloco. Pelas atividades culturais, passaram ainda Rogerinho do Fundo de Quintal, Serginho Meriti e diversos outros. Os anos passaram e este conceito sustenta hoje o conhecido Dida Bar, fundado em dezembro, de 2015, e hoje faz parte do Polo Gastronômico da Praça da Bandeira e já virou o queridinho da área.

Em 2016 fez sua estreia no concurso Comida di Buteco. Em 2017 participou novamente, trouxe para o concurso um petisco em homenagem ao povo Hauçá (Nigéria, Niger e outros), inovando com um petisco “africano” para o concurso, mantendo suas referências e propostas culturais do Dida.

Diversas atividades são efetuadas no Dida, passando tanto pela gastronomia, onde realiza o encontro Dida Afro, que acontece sempre na terceira semana de cada mês – sábado e domingo. Com o intuito de realizar uma grande invasão afro no Rio, quanto pela cultura. 

O trabalho realizado por Dida e família sempre teve como referência as ações realizadas pelo Renascença Clube, e o Dida sempre esteve concomitantemente com a proposta cultural do “Rena”. Em razão desta consonância, o Renascença Clube batiza o bar no mês da Consciência Negra, por contribuir com ações afirmativas e desenvolvimento cultural dedicado ao povo afro-brasileiro.

“Parte da diretoria do “Rena” intitulava o Dida como o “filhote do Rena”, e nós aceitamos com muito orgulho e responsabilidade”, atesta Dida.

No dia haverá a festa contará com Roda de Samba, por André Rios e Rogério Família. A festividade começa a partir das 17h. Couvert Artístico de R$ 5,00   

Dida Bar e Restaurante
Rua Barão de Iguatemi, 408 / Praça da Bandeira
Telefone: 2504 0841
Aberto de: terça e quarta: das 12h até 0h / quinta, sexta e sábado: das 12h até 0h. E domingo: das 12h até 20h
Formas de Pagamento: Cartões de débito: Visa e Mastercard
Cartão de Credito: Visa e Mastercard / Ticket Restaurante / Sodexo / Alelo
Capacidade: 40 lugares (sentados) 

 

 

Extraído do site de entretenimento Sopa Cultural / Rio de Janeiro – RJ
https://www.sopacultural.com/renascenca-clube-batiza-o-dida-bar-e-restaurante/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *