Breaking News

Renascer de Jacarepaguá: confira a sinopse do enredo de 2016


Redação SRZD | 06/05/2015 12h58

 

A Renascer de Jacarepaguá divulgou na noite desta terça-feira (5), durante festividade em sua quadra, a sinopse de seu enredo “Ibejís – Nas brincadeiras de crianças: Os orixás que viraram santos no Brasil…”, a ser desenvolvido pelo carnavalesco Jorge Caribé.

Segundo a agremiação, será uma homenagem às crianças, através de “um espetáculo com doces, comidas, brinquedos e brincadeiras. Amarelinha, pular corda, pião, ovo na colher, corrida de saco, dado, piques e uma grande homenagem à todas as crianças do Carnaval”. Em nota, Caribé justificou o enredo:

“Primeiro nada seria possível sem a minha fé. E sobre as pessoas que falam que sou repetitivo, quero dizer que nós só podemos falar daquilo que dominamos e acreditamos para poder convencer. Eu não poderia chegar aqui e falar sobre Inglaterra e França, até por que não tenho estudo pra isso e também não conheço. Então eu gosto de falar do que é meu, do que pratico, da minha verdade, da minha essência e só estou aqui porque tenho um amigo: Cláudio Russo. Ele é um poeta. Ao invés de falarmos da peteca que tem pena de pato, ele poetiza e nós falamos da peteca de faisão. Se ganhamos notas dez e prêmios, é porque ele é quem escreve. Porque é maravilhoso. Esse enredo foi uma sugestão do presidente e eu carnavalizei. Me perguntaram se era autoral. É autoral porque que coloquei meu dedo. Nós vamos fazer um enredo que vai emocionar quem é de fé. Na verdade a Renascer vai fazer um enredo para homenagear o que há de mais puro no ser humano, que é a criança. A Renascer precisa trazer força, precisa de energia, de um axé para renascer das cinzas e vencer o Carnaval”, disse.

renascermaio620

Confira a sinopse:

IBEJÍS

Nas brincadeiras de criança: Os orixás que viraram santos no Brasil…

É tarde, sexta feira, no sinal fechado dois irmãos reiniciam os malabares da vida, as

esferas voam, parado no transito meu pensamento divaga e devagar a memória se revela:

Batuque e Cores se misturam, ecoam tambores, risos, brincadeiras…

Dois, dois sereias do mar,

Dois, dois mamãe Iemanjá…

Dois, dois sereias do mar,

Dois, dois mamãe Iemanjá…

Ibejís: Herança da África ancestral, nos terreiros do Brasil…

Orixás… A Imagem de Irmãos Gêmeos, na proteção aos pequeninos…

A alegria gêmea da felicidade, se espalha… No sincretismo encontra outros irmãos e o

culto ganha força vestido de pureza.

A fé se enche de esperança, um sorriso de criança para os corações desertos, calor que

afaga a alma, acalma rancores, desarma os brutos.

Ia Iá prepara o doce… Yaô está no gongá…

E faz a vida como se fosse um viver sem amargar…

Hoje é festa de Ibejada! Salve Cosme e Damião!

A bola rola, cai na casa da vizinha…

O moleque! Quem vai pagar essa vidraça? Isso é coisa de Erê!

Ciranda menina! Ciranda menino! No Skindô lê lê da roda, uma cantiga que faz brincar,

uma vontade de ter para sempre o bamboleio da fantasia, chegar ao céu da amarelinha e a

bandeirinha quem vai pegar? Skindô lê lê! Skindô lá lá!

A magia está na linha, no elástico, na palma da mão… Gira no cata vento, mas não se

perde no esconde-esconde, cadê o toucinho que estava aqui? Seu gato comeu!

Na dança das cadeiras uma brincadeira chega, outra sai, o sonho permanece na pintura de

um desenho, na dobradura do papel, no bem me quer de uma flor, serra, serra, serrador…

O sinal já vai abrir, os irmãos preparam o fecho de ouro e vão dar um baile, lembro

piratas, mascarados, ciganas, é carnaval na grande matiné dos pequenos.

Chega de infância roubada, inocência perdida, chega de demanda. Neste reino de Oxalá o

futuro é uma criança que precisa de atenção.

É tarde, a sexta feira se foi, abre o sinal, soa a sirene, o relógio está zerado e a verdade de

ser criança vai renascer, no bailar de uma porta-bandeira protegida pelo mestres-ala, sob

o axé dos ibejís.

Hoje é festa de Ibejada! Salve Cosme e Damião!

Texto: Claudio Russo

Enredo: Jorge Caribé

 

 

Extraído do blog do Jornalista Sidney Rezende
http://www.sidneyrezende.com/noticia/248935+renascer+de+jacarepagua+confira+a+sinopse+do+enredo+de+2016

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *