Breaking News

Representantes da Umbanda e do Candomblé fazem denuncia contra Gladiadores, da Universal

Uma manifestação foi promovida por representantes das duas religiões.

Foto: Reprodução / Uanderson Fernandes / Agência O Dia
Foto: Reprodução / Uanderson Fernandes / Agência O Dia

Ontem (23), representantes das religiões Umbanda e Candomblé se reuniram com o procurador federal Jaime Mitropoulos para entregar documentos que denunciam a Igreja Universal. As informações são do jornal O Dia.

Os representantes das duas religiões também, durante uma manifestação que foi realizada em frente ao Ministério Público Federal, no Rio de Janeiro, declararam temer o grupo Gladiadores, da Universal.

Recentemente, o assunto sobre a formação do grupo se tornou destaque em vários jornais. Um vídeo de uma reunião dos membros dos Gladiadores foi divulgado e gerou polêmica. Nas imagens, jovens aparecem gritando que estão “prontos para a batalha”.

Segundo o advogado e candomblecista Luiz Fernando Martins da Silva, em entrevista ao O Dia, a manifestação ocorreu porque os participantes se sentiram amedrontados com as imagens. “A comunidade está assustada com os vídeos que viu destes grupos paramilitares, fardados, de coturno, que promovem pseudoexorcismos de seus orixás e adotam discurso violento contra a liturgia dessas religiões”, destacou.

Segundo os manifestantes, o Ministério Público foi procurado para que possa ajudar a promover uma audiência com representantes da Umbanda, do Candomblé e da Universal para a igreja explique a finalidade do grupo.

Logo após a divulgação das imagens nas redes sociais e o assunto ter se tornado polêmica, a Universal bloqueou o vídeo e publicou uma nota, afirmando que o programa Gladiadores do Altar, que faz parte de um projeto social, “promove ações beneficentes como campanha de doação de sangue, alimentos, roupas e livros para comunidades carentes”, informou.

A Universal afirmou também que se dispõe a prestar qualquer esclarecimento sobre suas práticas religiosas, declarou que sempre se pautou pelo respeito às demais religiões e espera ter como resposta o mesmo respeito.

Com informações O Dia.

 

Extraído do site do Jornal Diário da Manhã / Goiânia-GO
http://www.dm.com.br/cidades/2015/03/representantes-da-umbanda-e-candomble-fazem-denuncia-contra-gladiadores-da-universal.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *