Breaking News

Rio Claro promove Ciclo de Debates sobre Afrodescendentes e lança a Frente Paramentar de Combate ao Racismo

Por: Redação Canal Rio Claro | Em 26/04/2016 – 11:56

 

thumbs

Dentro da programação “Ogum e Suas Origens Culturais”, Rio Claro realiza no dia 11 de maio o 1º Ciclo de Debates sobre Afrodescendentes. O objetivo é discutir questões referentes aos povos de origem africana e eliminar os estereótipos relativos aos afrodescendentes. O evento acontece na Sala de Convenções do Hotel Class (Av. 1, nº 926, Centro), a partir das 19 horas.

“Vamos discutir temas que envolvem o cotidiano dos povos de ascendência africana como a intolerância religiosa, discriminação e seus efeitos e o papel do Estado para neutralizar e equilibrar esses conflitos”, explica a advogada Ionita de Oliveira Krügner, Diretora-Secretária Geral da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Rio Claro.

O ciclo de debates irá contar com a presença de diversas autoridades: prefeito Du Altimari; vereador João Zaine, presidente da Câmara Municipal; Francisco Quintino, presidente do Sindicato dos Químicos de Rio Claro e do Inspir (Instituto Sindical Interamericano pela Igualdade Racial); Mozart Gramiscelli Ferreira, presidente da OAB de Rio Claro; Divanilde de Paula, presidente do Conerc (Conselho Municipal da Comunidade Negra de Rio Claro); além dos vereadores José Pereira dos Santos e Geraldo Luís de Moraes, o Voluntário, autor da Lei Municipal nº 4.468/2013, que instituiu o Dia de Ogum, comemorado no dia 23 de abril, no calendário municipal.

O 1º Ciclo de Debates será aberto com a palestra “A África adaptada em terras brasileiras” que será proferida pela Assessora de Integração Racial, Kizie de Paula Aguiar. O evento contará ainda com a apresentação de outros expositores. Pai André Luís de Moraes, Sacerdote Presidente da Federação Umbandista Caminho dos Orixás, irá falar sobre “Intolerância Religiosa”.

A “Discriminação e seus efeitos” será o tema discutido pela advogada Carmem Dora de Freitas Ferreira, Presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB de São Paulo. A advogada Ionita de Oliveira Krügner irá falar sobre a “Ação do Estado para a eliminação dos estereótipos institucionalizados relativos aos afrodescendentes”.

Durante o evento, o vereador Geraldo Voluntário irá lançar a Frente Parlamentar em Combate ao Racismo e da Igualdade Racial. A criação da Frente Parlamentar foi aprovada pelo Legislativo e autorizada por meio da Resolução nº 290/2013. Além de Voluntário, a Frente terá como membro o vereador José Pereira dos Santos.

O vereador Geraldo Voluntário explica que a ONU (Organização das Nações Unidas) instituiu de 2105 a 2024 a Década Internacional de Afrodescendentes com o lema “desenvolvimento, justiça e desenvolvimento”. O encontro do dia 11 de maio foi idealizado sob essa perspectiva. “Nesse encontro do dia 11 e sob essa perspectiva vamos lançar os primeiros trabalhos da Frente Parlamentar em Combate ao Racismo e da Igualdade Racial, que terá a função de estudar, debater e promover alternativas para o equilíbrio das desigualdades existentes”, afirma o parlamentar.

Os participantes também vão poder conferir o painel “Os fundamentos que nortearam a ONU a instituir a Década Internacional de Afrodescendentes”, além da apresentação musical de Jonas Moncaio, jogo de capoeira, sorteio de brindes e Coffee Break. As inscrições para participar do Ciclo de Debates serão feitas no local mediante a doação de um quilo de alimento não perecível. O evento conta com apoio da OAB e da Câmara Municipal de Rio Claro.

 

Extraído do site Canal Rio Claro / Rio Claro – MG
http://www.canalrioclaro.com.br/noticia/29113/rio-claro-promove-ciclo-de-debates-sobre-afrodescendentese-lanca-a-frente-paramentar-de-combate-ao-racismo.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *