Breaking News

SAGRADO FEMININO: Santo Forte apresenta performance no CEU das Artes

 

As apresentações serão neste sábado, domingo e segunda-feira, 28 a 30, às 20h, dentro da circulação do Prêmio Nelson Seixas, da Secretaria Municipal de Cultura

Harlen Félix

26/10/2017 – 16h54min / Atualizado 26/10/2017 – 16h54min

 

Jorge Etecheber/Divulgação
Rio-pretense Tauane Alamino está à frente da Cia. do Santos Forte

A Cia. do Santo Forte, comandada pela atriz, performer e dançarina Tauane Alamino, inicia, neste fim de semana, a circulação da performance Arreda Homem Que Aí Vem Mulher, contemplada pelo Prêmio Nelson Seixas 2017, da Secretaria Municipal de Cultura de Rio Preto.

As primeiras apresentações serão no CEU das Artes Aristides dos Santos, no bairro Nova Esperança, neste sábado, domingo e segunda-feira, 28 a 30, às 20h. Também no CEU das Artes será exibido, no dia 25 de novembro, às 16h, o curta-documentário O Sagrado Que Nos Move, seguido de bate-papo com o público.

Arreda Homem Que Aí Vem Mulher é um trabalho inspirado nas pombagiras da umbanda, religião de matriz africana. A performance é constituída de fragmentos do espetáculo Deus Faz, o Diabo Tempera, além das danças das iabás e de relatos autobiográficos sobre as percepções de uma mulher, mãe, artista e umbandista.

“Arreda Homem… é uma demonstração do trabalho da Cia. do Santo Forte, que busca diluir os limites entre dança/teatro/performance”, comenta Tauane Alamino, que, em cena, ritualiza seu próprio corpo para usufruir do prazer e confrontar os padrões em que vive. Essa é a única solução que ela encontra para lidar com suas dores, opressões e abandonos.

Misturando cenas de trabalhos anteriores, relatos pessoais, mitologias e danças dos orixás, essa mulher provoca, de maneira sutil, referências sobre o gênero feminino que fazem parte do inconsciente coletivo.

Em cena, a artista é acompanhada dos percussionistas Thiago Campos e Cairo Neres. A iluminação é de Reni Trombi e os figurinos, de Noemi Martinelle.

Dança dos orixás

A circulação da Cia. do Santo Forte continuará em dezembro, quando o grupo rio-pretense promoverá uma oficina de dança dos orixás na sede da Cia. Cênica. A oficina será entre os dias 6 e 10 de dezembro.

Outra oficina que será realizada na Cia. Cênica é intitulada Ninho Matrístico. Ela será entre os dias 11 e 15 de dezembro. Todas as atividades são de graça.

SERVIÇO

Performance Arreda Homem Que Aí Vem Mulher. De sábado a segunda-feira, 28 a 30 de outubro, às 20h. CEU das Artes Aristídes dos Santos, no bairro Nova Esperança. Gratuito

 

Extraído do site do Jornal Diário da Região / São José do Rio Preto – SP
http://www.diariodaregiao.com.br/_conteudo/2017/10/cultura/danca/478170-santo-forte-apresenta-performance-no-ceu-das-artes.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *