Breaking News

Salgueiro pediu licença a orixás para desfilar alegoria que representa céu e inferno

Publicado em27/02/17 03:29Atualizado em27/02/17 03:53

 

Carro ainda na concentração Foto: Ricardo Rigel / Extra

Ricardo Rigel

 

Com o enredo “A divina comédia do carnaval”, o Salgueiro levará para a Sapucaí uma alegoria com 180 componentes representando o céu, a terra e o inferno. Todos os componentes dançarão sem cintos de segurança.

– Ensaiamos por quatro meses no barracão. Como o carro tem uma carga religiosa muito grande, a escola pediu licença aos orixás. Isso é importante para que tudo dê certo – conta Pedro Henrique Nascimento, de 23 anos, que é um dos integrantes da alegoria.

Pedro Henrique é um dos componentes Foto: Ricardo Rigel / Extra

O carro tem como cor predominante o vermelho e será todo iluminado por leds.

Componentes se preparam para brilhar na Sapucaí Foto: Ricardo Rigel / Extra

Ostentando os seus 305 ml de silicone a primeira musa da Salgueiro, Cris Alves, de 39 anos, disse que pediu licença aos seus orixás para representar o Guardião dos Mortos.

– Bato um tambor forte para que tudo dê certo, durante o desfile. Essa escola é maravilhosa e já tem muitas graças – disse a musa que vai desfilar toda pintada e com apenas um pequeno tapa-sexo.

Cris Alves, 39 anos, primeira musa do Salgueiro Foto: Ricardo Rigel / Extra

 

 

 

Extraído do site do Jornal Extra on line / Rio de Janeiro – RJ
http://extra.globo.com/noticias/carnaval/salgueiro-pediu-licenca-orixas-para-desfilar-alegoria-que-representa-ceu-inferno-20986980.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *