Breaking News

Segunda edição do Bate Papo Informal sobre o Candomblé acontece dia 25 na Cachamorra, em Campo Grande

O Ilê Asé Omi Bain, dirigido pela sacerdotisa Margareth de Osun editará no próximo dia 25 de março, o II BATE PAPO INFORMAL DE CONHECIMENTOS E DIFERENÇAS DAS RELIGIÕES AFRO BRASILEIRA. O evento discutirá temas como a modernidade no Candomblé, intolerância religiosa e implementação da DECRADI, e a importância da política dentro da comunidade religiosa e seu apoio pelos sacerdotes e dirigentes das casas de santo.
O bate papo ocorrerá no dia 25 de março (sábado), das 15h as 19h, no Ile Ase Omi Bain – Espaço Cultural Maria Benigna, localizado na Estrada da Cachamorra, 6133, Rua H, nº 35, em Guaratiba – RJ. Pede-se a contribuição de 1 kg de alimento não perecível para acesso ao evento.
O evento é realizado pelo Asé em parceria com a rede e revista Agen Afro, do promoter e Babalorixá Yango de Obaluaiyé. O Jornal Awùre também participa como convidado.
O contato para informações sobre o evento e como chegar no local é através do telefone 3364-6950 ou e-mail: IleAseOmiBain@gmail.com

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *