Breaking News

Semana da Consciência Negra tem início nesta segunda nas escolas da rede municipal de ensino

14/11/2016 | 10h27min

1444924469116-campina-grandeA Semana da Consciência Negra tem início nesta segunda-feira, 14, prosseguindo até a próxima sexta-feira, 18, com atividades nas escolas da rede municipal de ensino para discussão da temática deste ano, “Ultrapassando as Fronteiras do Preconceito Étnico-Racial: Dialogando com a Práxis Educativo-Coletiva”. Nas unidades municipais de ensino serão realizados estudos e vivências sobre a Cultura Africana e Afro-Brasileira. As atividades acontecerão das 7h às 11h20; 13h às 17h20 e à noite das 19h às 21h20.

As atividades terão como objetivo promover ações educativas e coletivas que façam uma articulação entre escola e comunidade. A meta é garantir o estudo da história e da cultura afro-brasileira e indígena nos estabelecimentos de ensino fundamental e de ensino médio, públicos e privados, a partir de uma prática coletiva dialógica, por meio da implementação das da Leias 10.639/2003 e nº 11.645/2008.

A Semana da Consciência Negra e de Ação Antirracista, realizada em Consonância com a Lei Municipal nº 5.337/2013, é promovida pela Secretaria de Educação da Prefeitura de Campina Grande.

EXPOSIÇÃO – Na próxima quarta e quinta-feira, dias 16 e 17 de novembro, será promovido, dentro da Semana da Consciência Negra, o Salão de Exposição “Trançando a Rede da Diversidade: Discutindo Práticas, Compartilhando Saberes a partir da Lei nº 10.639/2003”. Essa atividade acontecerá no hall do Centro Cultural Lourdes Ramalho, sempre das 8h às 21h. No local estarão expostos trabalhos da Escola Municipal Maria Salomé Alves dos Santos (Literatura Afro-brasileira: vivências na escola); da Creche Municipal Alcide Cartaxo (Cultura Afro-brasileira: somos parte dessa história); Paraíba Negra: Mulheres de Quilombo (fotos, peças de cerâmica e estandartes).

SEMINÁRIO – Também na quinta-feira, 17, será realizado o II Seminário Diversidade Étnico-Racial: Discutindo Práticas, Compartilhando Saberes, no auditório do Centro de Tecnologia Educacional Professor Severino Loureiro (CTE), a partir das 19h. A abertura será feita pela secretária municipal de Educação, professora Iolanda Barbosa. Em seguida, acontecerá o pré-lançamento do livro “Ubuntu Interfaces de Saberes e Práticas Educacionais à Luz das Leis nº 10.639 e 11.645”.

Às 19h50, Mesa Dialógica com a participação dos comunicadores: professora Patrícia Cristina de Aragão Araújo, da Universidade Estadual da Paraíba, professor Moisés Alves da Silva, especialista em Educação para as Relações Étnico-Raciais e Membro do Movimento Negro da Paraíba. Rosenberg Alves Pequeno, Mestre de Capoeira e Coordenador do Projeto Capoeira nas Escolas; Evaldo Batista dos Santos – contramestre da Associação Cultural Badauê, professor de capoeira nas Escolas; Marcos Antônio Batista – Mestre Sabiá.

A partir das 20h40 começa os relatos de experiência de atividades realizadas nas unidades educacionais referente à temática Étnico-Racial. Escola Municipal Francisca Zena Brasileiro (Conhecendo a questão Afro-Brasileira, com os professores José Alves de Sousa e Joselma Dionísio Cunha); Escola Municipal CEAI Dr. Elpídio de Almeida (África: Contos, cantos e encantos: descobrindo nossas raízes, com a professora Maria Conceição dos Santos); e a Escola Municipal Tertuliano Maciel – Queimadas com o tema: Afro Sim Sinhô: nossa história, nossa cor.

Codecom Campina

 

 

Extraído do site do Paraíba.com / João Pessoa – PB
http://www.paraiba.com.br/2016/11/14/64870-semana-da-consciencia-negra-tem-inicio-nesta-segunda-nas-escolas-da-rede-municipal-de-ensino

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *