Breaking News

Sereismo: descubra como levar o estilo sereia para o seu dia a dia

De maquiagem à caudas de verdade, aprenda a ser uma diva dentro e fora d’água

Verena Paranhos (verena.paranhos@redebahia.com.br)

29/01/2017 09:32:00Atualizado em 29/01/2017 14:39:37

 

 

Arte de Adriatica para ensaio sobre Iemanjá, com Lorena Caliman (Foto: Victor Marinho/Divulgação)

Nascida em Maceió e criada mundo afora, a maquiadora e bodypainter Adriatica se reconhece no mar da Bahia. Radicada em Berlim (Alemanha), ano passado ela fez um ensaio sobre Iemanjá com a amiga Lorena Caliman e o fotógrafo Victor Marinho. Abaixo, confira algumas dicas dessa profissionalpara virar sereia você também:

Cores Abuse de azul, turquesa, verde, branco e prateado
Glitter Queridinho da estação, o glitter pode ser aplicado no côncavo e nas maçãs do rosto. Pra fixar, use vaselina ou brilho labial
Apliques  Para alcançar efeitos incríveis, use pincéis e conchas do mar, algas, redes, escamas, areia. A cola para cílios é um truque para dar aderência a esses materiais
Cuidado  Escolha material que não ofereça riscos à pele

Leia também:
Sereismo: conheça o estilo de vida das sereias contemporâneas e se transforme em uma

Estilo no dia a dia

Tiara, bolsa e choker: para arrasar (Fotos: Reprodução/Divulgação)

Garimpamos peças para você caprichar na produção sereística, dia e noite:

O mar na cabeça Com a @tiaradesereia, o designer Jr. Bonfim cria adereços como tiaras e presilhas que variam de R$ 35 a R$ 85. Preste atenção na coleção especial para o 2 de Fevereiro
Sereia Urbana Bolsa da Chilli Beans para levar influências do fundo do mar para a balada, por R$ 148
Outerelas Sereia que se preza usa choker de búzios. O da Outerelas (@outerelas) custa R$ 89

Sereias famosas

Yasmin Brunet e Ísis Valverde: sereias na vida real e na ficção(Foto: Reprodução/Instagram)

As famosas também trazem referências de sereias no seu dia a dia.  A top Yasmin Brunet, 28 anos é uma seguidora fiel do sereísmo e fascinada por esses seres mitológicos desde a infância. A modelo, inclusive, é chamada de sereia pelas amigas, como Bruna Marquezine e Sasha. Os caminhos da atriz Ísis Valverde também têm seguido em direção ao mar. Depois de protagonizar a minissérie O Canto da Sereia como uma cantora de axé, ela será uma sereia profissional na próxima novela das 21h, de Glória Perez, A Força do Querer.

Levando a sério

Cauda da MS – FINS azul Caribe, R$ 429
(Foto: Daniel Dias/Reprodução Facebook)

Apesar de não ser preciso possuir cauda para ter estilo de vida de sereia, há quem queira entrar no mar propriamente vestido para nadar. Para tal, são comercializados rabos de sereia em diferentes cores e texturas. O item é feito de neoprene, tecido próprio para mergulho, no qual é acoplada a monofin, uma nadadeira.

MS – Fins A marca de Mirella Ferraz, primeira sereia profissional do Brasil, apresenta caudas adulto (R$ 429), infantojuvenil (R$ 390) e acessórios sereísticos para serem usados fora d’água.

Sirenita (@sirenitabrasil)A marca de São Paulo faz caudas e biquínis para sereias, tritões e golfinhos a partir de R$ 329

 

 

 

 

 

 

 

 

Extraído do site do Jornal Correio 24hs / Salvador – BA
http://www.correio24horas.com.br/single-bazar/noticia/sereismo-descubra-como-levar-o-estilo-sereia-para-o-seu-dia-a-dia/?cHash=8f58eb332359b209df166661ce573acf

 

 

 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *