Breaking News

Serjão Loroza é a principal atração de evento religioso no Parque Madureira

 

O evento “Cantando A Gente se Entende” promove neste domingo uma série de atividades com entrada gratuita, no Parque de Madureira, com show de Serjão Loroza, além de palestras, coral, danças, oficinas e diversas outras atividades.

As atividades acontecem das 12h às 22h. Será um encontro fraternal, onde diversos seguimentos religiosos estarão presentes lado a lado, com variadas etapas divididas nos espaços: Palco Principal, Palco Praticável e Nave Mãe. A intenção será também lançar a 9ª Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa, que acontecerá setembro, em Copacabana.

— Será uma grande confraternização cultural e inter-religioso em defesa da paz e da diversidade — afirma o interlocutor do grupo CCIR, babalawo Ivanir dos Santos, que almeja receber em torno de 5 mil pessoas.

A ação é promovida pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) e pelo Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP), com patrocínio da Prefeitura do Rio de Janeiro e apoio da Rede Globo.

Programação

Palco Principal, a partir das 15h

15h30 – Orquestra Alabe Fun fun – É a primeira Orquestra de Atabaques Afro-Brasileira.

16h30 – Coral Israelita brasileiro – É dirigido por Abrahão Rumchinsky e como assistente o maestro Ricardo Szpilman.

17h – Coral Asa – O Coral da ASA – Associação Scholem Aleichem, existe desde outubro de 1995.

17h30 – O Rancho Carnavalesco Praça XI – Rancho Praça Onze: grupo idealizado e dirigido pelo maestro Ricardo Szpilman para celebrar a fusão das culturas judaica e brasileira no Rio de Janeiro.

18h – Banda Jeff e Serginho – Formado em abril de 2016, por Sérgio Lúcio Júnior e Jefferson Lazaro, a dupla Jeff e Serginho.

19h – Beatriz Nascimento – apresentará cânticos de umbanda.

20h – Banda IdeALL

21h – Show com Serjão Loroza

Nave do Conhecimento, das 12h às 17h

O espaço atenderá com palestras e oficinas

12h – Oficina: a perpetuação da culinária dos povos de matriz africana, com o palestrante Nilton Fontes.

13h – Oficina: o culto de Ifá Cubano e sua integração com religiões de matrizes africanas.

15h – Oficina: o papel das mulheres nas sociedades africanas em diásporas: A história das Yabás contada pelas Yalorixás.

16h – Oficina: utilização medicinal das folhas das sagradas das religiões afro-brasileiras.

 

Extraído do site do Jornal O Globo / Rio de Janeiro – RJ
http://oglobo.globo.com/rio/serjao-loroza-a-principal-atracao-de-evento-religioso-no-parque-madureira-19766318

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *