Breaking News

Sesc Santana promove workshop de gastronomia – Comida dos Orixás

Além da preparação, a história e a importância dos pratos na religião serão explorados

Por Redação – 16 de março de 2016

 

 

Comida dos Orixás
Comida dos Orixás

 

Sesc Santana oferece, no dia 31 de março, quinta, às 19h, a oficina “Comida dos Orixás”, na qual será apresentado o processo de elaboração das principais oferendas alimentares originadas nos terreiros e difundidas na culinária brasileira, por meio de pratos típicos, como acarajé e xinxin de galinha. Ministrada por Pai Toninho de Oxum e mediada por Vagner Gonçalves.

O workshop faz parte do projeto “Tradição na Mesa” – A gastronomia entendida como elemento da identidade cultural, cujos ingredientes, preparo e partilha trazem memórias, histórias e trajetórias.

Serão enfatizados temas como: as formas de preparo e finalidades dos pratos que constituem a cozinha dos orixás, o papel da oferenda como forma de socialização, os ingredientes e a mitologia associada à importância das oferendas na relação das pessoas com as entidades.

As inscrições estão abertas desde de 02 de março, na Central de Atendimento, conforme disponibilidade de vagas. Haverá a degustação de um prato.

Serviço: Sesc Santana promove workshop de gastronomia – Comida dos Orixás
31 de março. Quinta, às 19h.
Livre. Grátis. Foyer do Teatro.
Inscrições: a partir de 02 de março na Central de Atendimento. 30 vagas, conforme disponibilidade.
Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Jd. São Paulo
Estacionamento – R$10,00 a primeira hora e R$ 2,50 a hora adicional – desconto para credenciados.
Telefone para informações: (11) 2971-8700
Para informações sobre outras programações ligue 0800-118220 ou acesse o portalsescsp.org.br/santana

Extraído do blog cultural Sopa Cultural / Rio de Janeiro – RJ
http://www.sopacultural.com/sesc-santana-promove-workshop-de-gastronomia-comida-dos-orixas/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *