Breaking News

Sessão solene comemora 40 anos da Federação de Umbanda e Candomblé de Brasília

 

images
Homenagem proposta por Luzia de Paula

A Câmara Legislativa comemora, nesta segunda-feira (29), o 40º aniversário da Federação de Umbanda e Candomblé de Brasília e Entorno. A sessão solene, de iniciativa da deputada distrital Luzia de Paula (PSB) ocorre no plenário da Casa, às 19h.

A parlamentar reforça a motivação da homenagem. “Tendo em vista as histórias de lutas da Federação em defesa das religiões de matrizes africanas e dos movimentos em defesa dos negros é necessário comemorar a data. É preciso reconhecer a relevância dessa iniciativa para a comunidade do DF e entorno”, diz Luzia de Paula.

“A implantação da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial no Distrito Federal foi uma conquista, na qual a entidade esteve presente”, lembra a deputada distrital.

História – A Federação de Umbanda e Candomblé de Brasília e Entorno foi criada oficialmente no dia 6 de agosto de 1976. A entidade consta em seu histórico vários projetos sociais, culturais e educacionais em apoio às comunidades carentes da Capital Federal.

“Não podemos esquecer que a Federação é responsável pela criação da Praça dos Orixás, na orla do Lago Paranoá. O réveillon da Prainha, famosa festa de Iemanjá, também faz parte das ações promovidas pela união dos umbandistas de Brasília”, explica a parlamentar Luzia.

Luana Pontes (estagiária) – Coordenadoria de Comunicação Social

 

 

Extraído da página da Câmara Legislativa do Distrito Federal / Brasília – DF
http://www.cl.df.gov.br/ultimas-noticias/-/asset_publisher/IT0h/content/sessao-solene-comemora-40-anos-da-federacao-de-umbanda-e-candomble-de-brasilia;jsessionid=42C2B986E4ED9C9CCD7A4F7805DB2173.liferay2?redirect=http%3A%2F%2Fwww.cl.df.gov.br%2Fweb%2Fgues

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *