Breaking News

Situação física da estátua de Iemanjá repercute nas redes sociais em Campo Maior

Nas águas do Açude – 20/06/2017 às 10h19

Valdamir Alvarenga
(86) 8111-6849
valdamiralvarenga@yahoo.com.br
Valdamir Alvarenga

Em Campo Maior, a estátua de Iemanjá, um Orixá, vem repercutindo nas redes sociais quanto a estrutura física, a qual se encontra em estado de destruição em meios às águas do Açude Grande.

Na última segunda-feira (19/06), o Facebook denominado Campo Maior Inconfundível publicou uma foto da atual situação da estátua, em que rapidamente os comentários tomou de conta da postagem. “Essa estátua deveria ser bem conservada, até porque faz parte de nossa história”, “precisando de uma recuperação”, foram alguns de vários comentários dos internautas no post.

A Iemanjá, dos mais populares e reverenciados Orixás do Candomblé e Umbanda e mesmo por fiéis de outras religiões, Iemanjá é considerada a Rainha do Mar, um dos títulos pelos quais Iemanjá é saudade.

(Equipe de Municípios)

Fonte: Com informações do Facebook/Campo Maior Inconfudível

 

Extraído do site de notícias regionais 180 Graus / Teresina – PI
http://180graus.com/campo-maior/situacao-fisica-da-estatua-de-iemanja-repercute-nas-redes-sociais-em-campo-maior

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *