Breaking News

“Sorocaba é do Senhor Jesus” será retirada

Decisão obriga a retirada de totem, mas fiéis indignados prometem fazer vigília e orações no local

 

CAMILA SANTOS |  camila.santos@bomdiasorocaba.com.br

26/03/2014 19:02

 

Assis Cavalcante/Ag. Bom Dia

1395871784sangue_de_jesus_tem_poder370x211Desde que foi instalado no canteiro que dá acesso à avenida Dom Aguirre para quem vem da rodovia José Ermírio de Moraes (Castelinho), em 2006, o totem que leva os dizeres “Sorocaba é do Senhor Jesus Cristo” é cercado de polêmicas.

 

Desta vez a questão de sua retirada tomou força, graças a determinação do juiz José Eduardo Marcondes Machado, da Vara da Fazenda Pública, que determinou sua retirada.  “Permitir a manutenção do totem significaria deixar aberto o caminho para a instalação de outros símbolos em locais públicos, do mesmo ou de outros credos religiosos”, diz a sentença.

 

A ação, representada por dois estudantes de direito e movida pelo Ministério Público Estadual, obriga que o totem seja removido, sob pena de multa de R$ 1 mil por dia.

 

Para o arcebispo de Sorocaba, dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues, a decisão judicial representa uma grande perda para a cidade. “Estou muito triste com a retirada do totem, pois percebo que cada vez mais as manifestações públicas referentes a religião são extintas de lugares públicos. Estamos cada vez mais orfãos de mensagens religiosas”, diz.

 

No entanto, dom Eduardo diz que isso não muda em nada a devoção da população. “Se foi resolvido que o totem não ficará mais na entrada da cidade só nos cabe acatar. Mas as raízes da cidade ficarão. Sorocaba não deixará suas tradições cristãs, já que a mensagem ali publicada está na alma do cidadão”, diz.

 

Para o deputado estadual Carlos César (PSC), autor do projeto de implantação do totem e pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular, a atitude fere a devoção dos cristãos. “Lamento profundamente que a Justiça tenha decidido dessa forma, pois entendo que mesmo o estado sendo laico, ele não é anti-religioso. A liberdade de expressão nos garante este direito”, argumenta.

 

De acordo com o deputado, o totem transcende a religião. “Trata-se de uma expressão cultural da população, não de um manifesto de evangélicos ou católicos. Até porque o Brasil é um país de maioria cristã”.

 

No fim da noite de ontem, fiéis de diversas religiões pretendiam fazer uma vigília no local. A Igreja Renascer, por exemplo, levou o caso para as redes sociais, onde pediu para que se “clamasse pela família, pelo bairro e pela cidade”.

Extraído do Site Bom Dia Sorocaba

http://www.redebomdia.com.br/noticia/detalhe/66083/%93Sorocaba+e+do+Senhor+Jesus%94+sera+retirada

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *