Breaking News

Sudão proíbe construção de igrejas

Governo sudanês não autoriza a construção de novas igrejas católicas no país, alegando que os templos existentes são suficientes para o número de cristãos

 

Texto Francisco Pedro | Foto Lusa | 14/07/2014 | 17:48

 

Khartoum celebrates as peace deal is signed in Kenya
Khartoum celebrates as peace deal is signed in Kenya
governo não autoriza a construção de igrejas por entender que as existentes são suficientes para o número cada vez mais reduzido de cristãos

O ministro dos Assuntos Religiosos do Sudão, Shalil Abdullah, anunciou no passado fim de semana que o governo não irá autorizar a construção de mais igrejas, por entender que os locais de culto existentes são suficientes para uma população de cristãos cada vez mais reduzida, após a independência do Sudão do Sul, em 2011.

A decisão mereceu a contestação do secretário-geral do Conselho de Igrejas do Sudão, Kori El Ramli, que classifica a medida como um ataque à liberdade religiosa. Desde 2011 que milhares de sul-sudaneses, na sua maioria cristãos, estão a regressar às suas terras de origem. E em Cartum, como na região norte do Sudão, grande parte da população é árabe e muçulmana.

 

Extraído do site Fátima Missionária

http://www.fatimamissionaria.pt/artigo.php?cod=30107&sec=8

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *