Breaking News

Suspeita de queimar criança em terreiro de candomblé é morta a facadas

Ricardo Campos Jr. | 09/01/2016 15:25

 

 

Derci do Nascimento, 31 anos, foi morta a facadas no meio da rua em Miranda, a 201 quilômetros de Campo Grande, apontada como responsável por queimar uma criança em um terreiro de candomblé. Segundo informações divulgadas pela Polícia Civil, a suspeita do homicídio é Ermelinda Silva Cardozo Verom, 31 anos, mãe do menino que supostamente foi vítima da ritualista.

Ainda conforme a fonte oficial, a mulher foi atingida nas costas, joelhos, barriga, braço e seios. Testemunhas tentaram impedir o crime, mas, o marido de Ermelinda os impediu, sob ameaças.

O casal fugiu e se apresentou espontaneamente na delegacia no dia seguinte. A mulher disse estar arrependida.

Não há informações de que ela esteja presa. Na delegacia local, a informação é de que o delegado não se encontrava, até o momento do fechamento deste texto, para informar detalhes do caso.

Peritos analisaram o local onde o esfaqueamento ocorreu. O caso ocorreu na quinta-feira (7), mas foi divulgado somente neste sábado (9) pela Polícia Civil.

Extraído do portal de notícias Campo Grande News / Campo Grande – MS
http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/suspeita-de-queimar-crianca-em-terreiro-de-candomble-e-morta-a-facadas

 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *